Quais problemas podem ocorrer quando há falta do controle de temperatura?

No segundo artigo da série sobre Gestão Térmica, foi abordada a importância do controle da temperatura dos painéis elétricos e eletrônicos e disponibilizada uma ferramenta que auxilia o dimensionamento e especificação das resistências de aquecimento e ventiladores, essenciais para o bom funcionamento desses painéis.

Nesse terceiro artigo, será possível considerar, de forma simples, duas variáveis já mencionadas: a umidade relativa do ar e a variação de temperatura, abordadas no primeiro e segundo artigos respectivamente.

Você se lembra que no primeiro artigo foi considerado que quanto maior o percentual de umidade relativa do ar, menor a variação de temperatura necessária para ocorrer a condensação?

 

Para ajudar a entender a relevância desse fenômeno, é importante considerar o diagrama abaixo, conhecido como “Diagrama de Mollier”, muito utilizado na área de refrigeração de ambientes e equipamentos. Esse diagrama representa, de forma simples, como a umidade relativa do ar influencia drasticamente uma possível condensação. 
diagrama
 

Assim, como ilustrado no diagrama, quando a umidade relativa do ar apresenta um percentual superior a 80%, uma diferença de apenas 4 graus na temperatura pode ser suficiente para que a condensação ocorra.

É possível controlar a temperatura do painel e evitar esse fenômeno com uma resistência de aquecimento e/ou um ventilador. Porém, como no exemplo do copo de Chopp, onde a diferença de temperatura do líquido e do ambiente estavam separadas apenas pelo vidro, de forma similar, nem sempre é possível controlar a temperatura externa do painel, ou seja, muitas vezes ele não está instalado em uma sala climatizada. Desta forma, essa variação de temperatura interna e externa pode ocorrer com grande facilidade. O que fazer nesses casos?

Para controlar não apenas a temperatura do painel, mas a umidade relativa do ar, a utilização de um
higrostato se torna fundamental para eliminar, de uma vez por todas, a possibilidade de uma condensação, afinal, estará ao seu alcance o controle das duas variáveis que geram esse fenômeno, a variação da temperatura em relação à umidade relativa do ar. 
 

Lembre-se que controlar a temperatura e a umidade do painel pode ser fundamental para garantir sua produtividade #dicafinder


guia-clima

Baixe já o Guia de Escolha "Regulação Térmica para painel" e conheça
os produtos Finder indicados para o controle de gestão térmica. 

 


 


Saiba mais sobre o fenômeno da condensação, a importância do controle da temperatura dos painéis e como o dimensionamento correto de equipamentos certificados podem influenciar seu processo. Inscreva-se no Webinar “Controle de Climatização em Painéis Elétricos”, onde será abordado esse tema e todas as ferramentas e soluções Finder.